Gastos Abertos abre inscrições para segundo ciclo de ação com novos líderes

Publicado para | Destaque em 25 de setembro de 2017 11:47

Você pode fazer a sua parte pela transparência, principalmente do orçamento público do município onde mora, inscrevendo-se até o dia 29/09/2017.

 

Você quer fazer a sua parte pela transparência, principalmente do orçamento público do município onde mora? Então você já pode se inscrever para ser um líder do Gastos Abertos! Após atender 150 municípios no primeiro semestre de 2017, no dia 22/08 o Gastos Abertos abriu inscrições para novos líderes!

Para participar desse segundo ciclo do jogo, os interessados podem se inscrever pelo chat da página do Gastos Abertos no Facebook ou no site. As inscrições foram prorrogadas para serem feitas até o dia 29/09.

Grande parte dos gestores públicos promete e incorpora a transparência da gestão em programas de governo, mas ainda há obstáculos na aplicação da Lei de Acesso à Informação (LAI) e da Lei de Transparência. O objetivo da iniciativa Gastos Abertos é conectar os cidadãos com o orçamento público e mudar essa realidade. “Promovemos a educação cívica sobre transparência e o orçamento público nos municípios brasileiros. Neste segundo ciclo, queremos replicar a metodologia do Gastos Abertos em diferentes municípios, ampliar o número de lideranças formadas e portais de transparência avaliados”, diz Thiago Rondon, coordenador do Gastos Abertos.

Como será o 2º Ciclo
A metodologia de capacitação de líderes conta com algumas missões. Para esse novo ciclo, o projeto terá uma novidade: o lançamento do Guaxi, um robô que será o assistente digital dos participantes. Trata-se de um esperto guaxinim, desenvolvido com inovadora tecnologia chatbot – que simula uma interação humana com os usuários – e irá facilitar a jornada, inicialmente, por meio da página do Gastos Abertos no Facebook.

O Guaxi vai coordenar o processo de missões, auxiliando a nova liderança na explicação e conclusão dos desafios e na apresentação de novas missões. O agente virtual do Gastos Abertos também mostra os indicadores sobre o processo de informações e ajuda os líderes locais na formulação de pedidos de acesso à informação.

Para facilitar ainda mais a comunicação, a equipe criou um canal de contato no WhatsApp para os líderes do Gastos Abertos.

O primeiro ciclo do Gastos Abertos

O primeiro ciclo do Gastos Abertos aconteceu entre janeiro e junho de 2017, com período de planejamento e produção em 2016. Ao todo, foram 181 lideranças inscritas, 150 municípios atendidos, 75 portais de transparência avaliados, 25 pedidos realizados, 3 dados públicos de orçamento abertos, 1 carta compromisso assinada.

Com objetivo de documentar o que foi construído e a experiência de desenvolver uma tecnologia social nova, a iniciativa lançou o relatório “Primeiro Ciclo do Gastos Abertos 2016-2017”.

O documento conta detalhes sobre o primeiro ciclo, como os desafios enfrentados, apresenta a metodologia aberta, os resultados e aprendizados. Um dos pontos positivos apontado pelo relatório foi o interesse e o compromisso de muitos cidadãos em mudar a realidade de suas cidades com o uso de dados e que a tecnologia precisa estar acessível a eles.

Abaixo, escolha o melhor formato para você visualizar o relatório “Primeiro Ciclo do Gastos Abertos 2016-2017”:

Via Open Knowledge Brasil

Veja outras publicações das mesmas tags: | |

Mantenedores

ObservatórioSocial do Brasil - Sorocaba

O OSB Sorocaba é uma instituição não governamental, sem fins lucrativos, parte de uma rede de organizações democráticas e apartidárias do terceiro setor. A Rede OSB é formada por voluntários engajados na causa da justiça social e contribui para a melhoria da gestão pública de nossa cidade.